29 novembro 2018

Reunião entre FCA e Sindicatos em Turim

 

  • Investimento focado em grupos motopropulsores elétricos e híbridos.
  • Primeira instalação de uma plataforma dedicada a pequenos Veículos Elétricos a Bateria (BEV), com aplicação inicial no novo Fiat 500 BEV.
  • Fortes sinergias alcançadas através da utilização partilhada de grupos motopropulsores eletrificados e de plataformas.
  • Recurso otimizado da pegada industrial italiana existente e capacidade disponível.

 

Realizou-se hoje uma reunião em Mirafiori (Turim) entre a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e os subscritores dos sindicatos do contrato coletivo de trabalho aplicável às empresas do Grupo em Itália. No decorrer da reunião, a direção apresentou o plano de produto para as fábricas italianas que irão apoiar a implementação do Plano de Negócios 2018-2022 apresentado no Capital Markets Day da FCA, no passado mês de junho, em Balocco.

 

O CEO da FCA, Mike Manley, abriu o encontro, afirmando que "Mirafiori representará a primeira instalação de uma plataforma 100% eléctrica no novo Fiat 500, que se pode expandir para outras aplicações a nível mundial. Investimentos adicionais nas marcas Jeep, Alfa Romeo e Fiat vão tirar partido da capacidade de produção instalada, bem como dos ganhos de escala e fornecimento decorrentes de uma arquitetura comum, a par do sistema de propulsão híbrido-elétrico "Plug-in" (PHEV), preservando simultaneamente as características distintivas de cada marca."

 

Pietro Gorlier, Chief Operating Officer da região EMEA, apresentou o plano industrial do Grupo para Itália, que inclui o lançamento de 13 modelos novos ou restylings no período de 2019 a 2021, e o desenvolvimento de novos grupos motopropulsores com um claro enfoque em tecnologias híbridas e elétricas.

 

Em particular, Pietro Gorlier explicou ainda os pormenores das principais iniciativas a lançar nas próximas semanas, incluindo o investimento na produção do novo Fiat 500 BEV em Mirafiori (Turim), e da versão europeia do Jeep Compass em Melfi, alavancando a plataforma de veículos já instalada e PHEV que suportam o Jeep Renegade. Aplicando essa mesma arquitectura flexível e tecnologia PHEV, Pomigliano também começará a ser preparada para a produção de um SUV compacto Alfa Romeo. Nesta mesma fábrica será igualmente lançado uma Fiat Panda com tecnologia mild hybrid.

 

Além disso, Gorlier anunciou um novo módulo em Termoli para produção de versões turbo, naturalmente aspiradas e híbridas do motor a gasolina FireFly 1.0 e 1.3.

 

O investimento previsto quer em veículos quer em conjuntos motopropulsores irá alavancar a capacidade instalada, proporcionando claras metas em termos de produto para as fábricas italianas e permitindo um regresso ao pleno emprego.

 

O investimento em Itália no período de 2019-2021 ascenderá a 5 mil milhões de euros.

 

"O investimento previsto nesse período, que se foca na utilização de plataformas comuns, flexíveis e electrificadas, irá reforçar a orientação da pegada industrial italiana visando o âmbito global das nossas marcas e dos nossos mercados," comentou Gorlier. "Nos próximos meses, prevemos lançar programas de formação de trabalhadores centrados em tecnologias híbridas e elétricas. Estou convencido de que, em conjunto com os nossos colaboradores, conseguiremos implementar estes novos e aliciantes programas."

 

últimos vídeos

pesquisa avançada

Procurar...

De
Para
Procurar

Anexação de Ficheiros